Primeira Página Jornal Economia e Negócios
 
Economia e Negócios

Qua

16

Abr

“Produtos da Terra” na Sertã
Economia e Negócios

Segunda edição

"Produtos da Terra" na Sertã

Continuar...
 

Ter

15

Abr

Câmara executou 93,5% da receita
Economia e Negócios
Câmara executou 93,5% da receita

Prazo médio de pagamento a fornecedores foi de apenas 17 dias

Continuar...
 

05

Abr

Proença pode receber empresários e investidores de Lisboa
Economia e Negócios
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
Criação do projeto Start Up Inova Proença
Proença pode receber empresários e investidores de Lisboa

A Câmara de Proença disponibiliza às empresas provenientes da área de incubação existentes no município de Lisboa condições iguais às empresas que tenham sede em Proença. O município de Lisboa compromete-se a dar visibilidade e promover o Parque Empresarial de Proença(PEPA) junto de quem o procurar para desenvolver projetos de empreendedorismo que necessitem de espaço industrial.
No fundo, são estes os dois compromissos chave do protocolo assinado ente a Câmara de Lisboa e de Proença, com vista à criação do projeto Start Up Inova Proença, que procura aproveitar as melhores práticas seguidas em startups de referência, com é exemplo a de Lisboa, nomeadamente no que respeita ao apoio a projetos empresariais em fases de pré-existência, mas também replicar essa receita de inovação e transformação em projetos empresariais já existentes e perfeitamente estabilizados.

A parceria/protocolo estabelecido entre as duas Câmaras visa, assim, promover o empreendedorismo, apoiar as empresas que queiram fixar-se no Pepa e estimular as ideias de negócio.
O projeto teve em conta desenhar um modelo de incubação inovador que se adapta aos dias de hoje. Assim, assume uma diferença em relação às outras starts up que existem no país.
"As startups de Lisboa e Proença vão cooperar, complementando-se, mesmo sendo diferentes", como realçou nuno leitão, da start up de Lisboa.
Assim, referiu que a start up de Proença já é do tipo 2.0( e não 1.0), pois foram pensados diversos serviços base para quem se quiser instalar em Proença, desde logo a nível de organização logístico, de assessoria técnica, formação, ensino, entre outros, que são necessários para a maior parte dos projetos. Ora, isto diferencia-se dos modelos tradicionais de incubação.
Nuno Leitão sublinhou depois que no PEPA existe muito espaço disponível, sendo também objetivo tornar os projetos mais robustos e viáveis, de forma a conseguir financiamento mais rápido.
Sobre o projeto start up realçou ainda que foi constituído no terreno, em contato com os empresários que se associaram e não no gabinete. Este projeto tem outras particularidades: os incubados podem aderir independentemente da fase em que esteja o seu projeto, além de poderem ser provenientes de diversos segmentos de negócio.
"É um projeto pensado para empresários mais jovens com ideias novas com frescura para novos negócios", disse.
Quem se instalar no PEPA, pode ter acesso a diversas infraestruturas, desde logo saneamento, água, pode candidatar-se ao Finicia e beneficiar de outros benefícios de um concelho rural, como a tranquilidade e equipamentos de qualidade.
Em suma, este projeto pretende promover ideias de negócio, apoiar as empresas existentes, estabelecer pontos para a ampliação e procura de novos mercados.

Nuno Pereira, da empresa Lisbon Riders falou da experiência de adesão da sua empresa à start up de lisboa, que classificou ser uma rede de empreendedores e de grandes contatos.
A partir de agora, ficam também associados à start up de Proença. "Foi nossa intenção trazer esta ideia para cá. Esta parceria é importante. Foi dado um passo importante, realçou, destacando que este projeto tem tudo para dar certo.
Elogiou ainda o fato desta ser a primeira incubadora a quem é dado espaço para investir, neste caso os 29 mil m2 do PEPA.
O presidente da Câmara de Proença, João Paulo Catarino, destacou que a Câmara de Proença deposita nesta parceria uma enorme expetativa pelas potencialidades e oportunidades que irá gerar para os empresários e as empresas de ambos os concelhos.

Este acordo, permite, por exemplo, às empresas terem o departamento de investigação e desenvolvimento tecnológico em Lisboa e em Proença a sua unidade industrial.

Há já o caso de uma empresa instalada no PEPA que começou na Start Up de Lisboa e que continuará o seu crescimento a partir deste parque empresarial.

"Se conseguirmos mostrar e provar a quem quiser empreender, que se o fizer aqui connosco o seu projeto terá maior probabilidade de sucesso, este será um projeto conseguido", sublinhou ainda.
O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, realçou que hoje, mais do que competir temos que ser capazes de nos organizarmos para sermos competitivos no mercado global e vermos o que cada um pode fazer melhor.

Explicou depois como surgiu o projeto Start up Inova de Lisboa. Os prédios da Baixa de Lisboa estavam degradados. Havia que reocupá-los. A solução seria criar um movimento de incubação e empreendedorismo e" começámos pela baixa, onde se instalou a start up, e muitos jovens arrancaram ali com as suas empresas. Hoje temos ali variados negócios".
Sobre a parceria assinada com Proença, classificou-a como ótima. "É um passo na estratégia de procura da complementaridade. Em conjunto faremos melhor. Em Lisboa temos muita gente, mas não temos 29 mil m2 de espaço para investir. Cabe-nos abrir contato e dar a conhecer em Lisboa a existência do PEPA, isto é, haver empresas que saiam das nossas incubadoras e queiram instalar-se aqui.. .é um casamento feliz".

 

Start Up Inova Proença apoia-se em quatro dimensões principais

A concretização do projeto Start Up inova Proença apoia-se em quatro dimensões principais: em primeiro lugar, referir as áreas de atividade económica prioritárias, que são as seguintes(áreas identificadas a valorizar-floresta, agricultura, agro-indústria, pecuária, turismo e lazer).
Em segundo lugar, o âmbito de atuação da start up é ao seguinte: consultoria especializada, assesoria técnica, branding, comunicação e imagem, organização logística, comercialização e distribuição, ensino e formação, que são algumas das missões a concretizar. Prevêem-se três importantes vertentes para a intervenção: as empresas sejam de lisboa, a cedência de espaços no PEPA e procura de mecanismos de financiamento.
Em terceiro lugar, a Start up Inova Proença trabalhará com cada um dos seus destinatários abaixo identificados de forma personalizada, por reconhecer neles saberes, interesses e necessidades distintas. Aceitam-se novas iniciativas empresariais vindas de alunos do secundário ou superior, de empregados ou desempregados, e de emigrantes, imigrantes ou migrantes.
Em relação às empresas já constituídas, pretende-se que o projeto faça pontes e se articule com outras iniciativas que já decorrem, como o PEPA ou a marca Proença-a-Nova Origem.

 

 

Sex

28

Mar

Alteração do regulamento de cedência de lotes no loteamento municipal da Fundada
Economia e Negócios
Criar um espaço verde

Alteração do regulamento de cedência de lotes no loteamento municipal da Fundada

Continuar...
 

Qua

26

Mar

Rota do Callum no dia 13 de abril
Economia e Negócios
Rota do Callum no dia 13 de abril
Continuar...
 

Qua

26

Mar

“Produtos da Terra” registou sucesso
Economia e Negócios
Produtos da Terra" registou sucesso

Inscrições da próxima edição terminam a 3 de abril

Continuar...
 

Seg

24

Mar

Vila de Rei volta a promover-se na Baixa de Lisboa
Economia e Negócios

Vila de Rei volta a promover-se na Baixa de Lisboa
Continuar...
 

Seg

17

Mar

Autarquia dinamiza o Mercado Municipal
Economia e Negócios
Autarquia dinamiza o Mercado Municipal

"Produtos da Terra" na Sertã

Continuar...
 

Qua

16

Abr

Festival Gastronómico do Cabrito Estonado e do Maranho
Economia e Negócios
Festival Gastronómico do Cabrito Estonado e do Maranho tem sido um enorme sucesso
Continuar...
 

Ter

15

Abr

Vinho Callum esteve em destaque
Economia e Negócios
Jornadas técnicas e passeio pedestre
Vinho Callum esteve em destaque
Continuar...
 

Seg

31

Mar

Vila de Rei divulgou potencialidades turísticas e gastronómicas na Baixa de Lisboa
Economia e Negócios

Vila de Rei divulgou potencialidades turísticas e gastronómicas na Baixa de Lisboa
Continuar...
 

Sex

28

Mar

Albergaria D. Dinis Hotel*** com Cessão de Exploração em Hasta Pública
Economia e Negócios
Albergaria D. Dinis Hotel*** com Cessão de Exploração em Hasta Pública
Continuar...
 

Qua

26

Mar

Sertã divulgou Gastronomia em Lisboa
Economia e Negócios
Na BTL

Sertã divulgou Gastronomia em Lisboa

Continuar...
 

Qua

26

Mar

Vila de Rei volta a promover-se na Baixa de Lisboa
Economia e Negócios
Vila de Rei volta a promover-se na Baixa de Lisboa
Continuar...
 

Dom

23

Mar

Grupo “BNI – Pinhal Activo” reunido em Vila de Rei
Economia e Negócios
Grupo "BNI - Pinhal Activo" reunido em Vila de Rei
Continuar...
 

Seg

17

Mar

Fórum Florestal de Oleiros: um encontro de ideias
Economia e Negócios

Fórum Florestal de Oleiros: um encontro de ideias
Continuar...
 


Página 1 de 12

| Mais