Ambiente

Ter

03

Jan

"O futuro de Mação será, muito, o que vocês quiserem que seja"
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
"O futuro de Mação será, muito, o que vocês quiserem que seja"
Continuar...
 

Qui

08

Dez

Cinema Ambiental para alunos
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
Cinema Ambiental para alunos
Continuar...
 

Ter

11

Out

X Encontro das Gerações de Ródão
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
X Encontro das Gerações de Ródão
Continuar...
 

Qua

28

Set

Vila de Rei: Projeto de instalação de iluminação LED prossegue para Milreu
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
Vila de Rei: Projeto de instalação de iluminação LED prossegue para Milreu
Continuar...
 

Sex

22

Jul

Unidade Móvel de Saúde ensina a usufruir do sol sem riscos
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
Unidade Móvel de Saúde ensina a usufruir do sol sem riscos
Continuar...
 

Qui

23

Jun

Sensibilização ambiental e entrega de ecopontos domésticos
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
"Reciclar... ...o futuro é hoje"

Sensibilização ambiental e entrega de ecopontos domésticos

Continuar...
 

Sex

17

Jun

Clube de Filosofia de Abrantes promove sessão sobre Utopia em Sardoal
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   

Clube de Filosofia de Abrantes
promove sessão sobre Utopia em Sardoal
Continuar...
 

Sex

17

Jun

CLDS-3G Pampilhosa ATIVA!
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
CLDS-3G Pampilhosa ATIVA!
Continuar...
 

Sex

23

Dez

III Concurso de Arte Digital de Vila de Rei
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   

III Concurso de Arte Digital de Vila de Rei
Continuar...
 

Qua

30

Nov

CCV da Floresta promove passeio micológico
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
CCV da Floresta promove passeio micológico
Continuar...
 

Qui

06

Out

Aprovada candidatura para elaboração de Cadastro
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
Aprovada candidatura para elaboração de Cadastro das Infraestruturas dos sistemas de abastecimento de água e saneamento de águas residuais
Continuar...
 

Sex

22

Jul

Centro Ciência Viva da Floresta está de parabéns
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
Centro Ciência Viva da Floresta está de parabéns
Continuar...
 

Qui

23

Jun

Boom Festival apoia projetos sociais da região
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   

Boom Festival apoia projetos sociais da região

Boom Karuna Project ajudou Centro de Estudos e Recuperação de Animais Selvagens da Quercus Castelo Branco, AERID - Associação Educar, Reabilitar, Incluir Diferenças e Sementes do Interior


· Reconhecido internacionalmente pela sua política de sustentabilidade ambiental, o Boom aposta cada vez mais na vertente social para apoiar um distrito crescentemente envelhecido e despovoado


Idanha-a-Nova, 23 de junho de 2016 - No mapa das estatísticas e dos números, o interior fica a perder. As paisagens, o valor patrimonial e cultural, as tradições são argumentos a favor, mas não se traduzem nas percentagens que há décadas teimam em descer. Na verdade, nem todas. A do envelhecimento da população mantém a tendência de crescimento, quando o número de nascimentos teima em cair. Não é fácil viver na Beira Interior. Ganha assim relevância aqueles que, tendo optado por "ficar", se dedicam a apoiar os que muitas vezes não têm alternativas. Este é o papel de instituições como as que o Boom Festival tem vindo a apoiar desde 2014. Dois anos depois o que cresceu graças ao Boom Karuna Project?

 

Centro de Estudos e Recuperação de Animais Selvagens (CERAS) da Quercus - Núcleo de Castelo Branco, AERID - Associação Educar, Reabilitar, Incluir Diferenças e Sementes do Interior foram os projetos que beneficiaram de 11 mil euros, resultantes de parte das receitas da edição de 2014 do Boom Festival.

 

O Boom Karuna ("compaixão" em sânscrito) Project "é mais um passo em frente na construção de um mundo menos díspar socialmente e é um projeto para manter nesta e em edições futuras", revela Artur Mendes, da organização do Boom Festival.

 

Segundo os Censos de 2011, na década anterior, Idanha-a-Nova foi o quarto município do país a perder mais habitantes, com uma quebra de 16,7%. Por sua vez, o Anuário Estatístico da Região Centro de 2014 (Instituto Nacional de Estatística) atribui ao concelho da Beira Baixa um Índice de Envelhecimento de 425,4. Ou seja, num município em que vivem apenas 6,3 pessoas por cada Km2, existem mais de 420 idosos por cada 100 jovens.

 

"Sendo conhecidos os problemas sociais existentes no país, e nesta região em particular, decidimos apoiar três instituições que fazem um trabalho notável e que contribuem para o desenvolvimento humano. Optámos também por privilegiar causas que valorizam o território local, que têm sempre mais dificuldade de se financiarem", justifica Artur Mendes.

 

PRESERVAÇÃO DA NATUREZA E INCLUSÃO PARA LANÇAR SEMENTES NO INTERIOR

 

Para o CERAS, o hospital de fauna selvagem da Quercus, em Castelo Branco, o contributo do Boom Karuna Project permitiu a aquisição de equipamentos de terapêutica veterinária. "Conseguimos melhorar o atendimento à chegada dos animais e realizar cirurgias, através de aparelhos importantes como um que produz oxigénio e um outro de anestesia gasosa", conta Samuel Infante, da Quercus.

 

O CERAS recebe cerca de 200 animais por ano, de mais de 70 espécies diferentes, na sua maioria aves como cegonhas, águias, abutres, corujas, mas também mamíferos como lontras, texugos, morcegos e, em menor número, répteis e anfíbios. A sua principal missão é recuperar animais selvagens debilitados e devolvê-los ao meio natural.

 

Já à AERID, o valor doado pelo Boom Festival permitiu equipar as suas instalações. A associação que funciona como Centro de Recursos Inclusivo de crianças e jovens, com e sem deficiências, na antiga Ludoteca da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco (em breve ocupará novas instalações) precisava essencialmente de mobiliário, materiais didáticos, equipamento informático e de financiamento para atividades. "Foi uma surpresa quando nos contactaram. O apoio do Boom permitiu-nos adquirir equipamentos muito importantes para as nossas atividades e melhorar as nossas condições", afirma Maria Gabriela Nunes, presidente da direção da AERID.

 

Sementes do Interior é o que procura lançar o grupo comunitário com o mesmo nome. "Recuperar saberes", através de um trabalho próximo com os artesãos locais, e "ajudar a fixar pessoas na região" são duas das missões da Sementes do Interior - Comunidade Cultural e Educativa, um coletivo focado em dinamizar e ajudar a florescer iniciativas e ideias, que possam enriquecer e integrar a comunidade local. Com sede em Idanha-a-Nova, pretende ser um espaço aberto à comunidade, ao diálogo, à sugestão, à interação social.

 

Um dos seus projetos é um grupo de ensino doméstico, "uma experiência distintiva de contacto com a natureza, a arte e o artesanato", como descreve Rita Bravo, que envolve cinco crianças em regime não permanente. No ambiente de uma quinta, os "alunos" aprendem num meio rural, fomentando desde cedo uma relação íntima com a natureza e as tradições locais. O grupo é dinamizado pelos pais, os quais contam com o apoio de um professor-tutor. O Boom contribuiu para dar impulso a este projeto recente, permitindo a aquisição de materiais didáticos e equipamento informático.


De volta aos cerca de 150 hectares da Herdade da Granja, em Idanha-a-Nova, entre 11 e 18 de agosto, o Boom Festival é um evento bienal de cultura independente e sustentável que, desde 1997, se realiza durante lua cheia de agosto, sendo uma referência internacional. Multidisciplinar, Transgeracional e intercultural, o Boom foi considerado em abril deste ano pelo jornal britânico The Guardian um dos 10 melhores festivais deste ano na Europa e pela norte-americana Rolling Stone como um dos sete mais espetaculares acontecimentos transformacionais do mundo. O festival português surge associado a eventos internacionais como "Burning Man" (Nevada, EUA), "Beloved" (Oregon, EUA) ou "Secret Solstice" (Islândia).


Entre as novidades da 11ª edição está uma nova área na Herdade da Granja para que as Organizações Não Governamentais possam divulgar o seu trabalho e sensibilizar os boomers para as suas causas em prol de um mundo mais solidário. Além disso, tal como há dois anos, parte das suas receitas reverterão para apoiar causas sociais da região.

Em anexo, seguem press release e uma foto de uma cirurgia no CERAS (só possível graças aos equipamentos adquiridos com a doação).

Ficamos disponíveis para agendarmos reportagens nas instituições, bem como para fornecer informações adicionais.

 

Sex

17

Jun

Projecto Rios origina documentário e exposição sobre Ponsul
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
Idanha-a-Nova
Projecto Rios origina documentário e exposição sobre Ponsul
Continuar...
 

Sex

17

Jun

Urban Sketchers percorram a Sertã
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
Urban Sketchers percorram a Sertã
Continuar...
 

Sex

17

Jun

Auditório Municipal de Vila de Rei recebe segunda edição de "Seada a Cantar"
Ambiente
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
Auditório Municipal de Vila de Rei recebe segunda edição de "Seada a Cantar"
Continuar...
 


Página 4 de 9

| Mais
Faixa publicitária