Primeira Página Jornal Desporto Mais de 150 pessoas percorreram o "Trilho Português dos Apalaches"
 

Sex

05

Mai

Mais de 150 pessoas percorreram o "Trilho Português dos Apalaches"
Desporto
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   
Mais de 150 pessoas percorreram o "Trilho Português dos Apalaches"

No passado domingo, dia 23 de abril, mais de 150 pessoas percorreram a 1.º parte do Trilho Internacional dos Apalaches (GR 38 - Grande Rota Muradal-Pangeia). Vindos de concelhos vizinhos e inclusive de outras partes do País, os participantes, repetentes e estreantes, paravam para admirar e fotografar as paisagens únicas da Serra do Muradal.
A concentração teve lugar na Junta de Freguesia de Estreito-Vilar Barroco, de onde partiu o grupo orientado por técnicos do Município e acompanhado por elementos dos Bombeiros Voluntários de Oleiros. O reforço alimentar teve lugar no Portelo, com vários pontos de oferta de águas ao longo do restante percurso devido ao calor que se fazia sentir. Com um percurso de dificuldade média/alta devido às subidas e descidas bastantes acentuadas, prevaleceu neste dia um espírito de entreajuda louvável entre os caminheiros das mais distintas idades.
Terminados os 12,6 quilómetros que compõe esta parte do Trilho, o almoço decorreu no Vilar Barroco, de onde partiu no final o transporte até ao ponto de partida, no Estreito.
Desde março de 2015 que Portugal tem um dos Trilhos Internacionais dos Apalaches, visitado anualmente por 4 milhões de pessoas e considerado um dos ícones mundiais do pedestrianismo. Situado no continente americano, o IAT (International Apalachian Trail) original tem 3.500 km e atravessa a cordilheira montanhosa dos Apalaches, no sentido do seu comprimento, passando por 14 estados dos EUA. O percurso português situa-se em Oleiros, na Serra do Muradal. O seu nome "Grande Rota Muradal-Pangeia", faz alusão à emblemática montanha quartzítica onde se desenvolve, mas também ao continente que existiu há 200 milhões de anos, e que reunia todos os continentes que existem atualmente e consequentemente, a região do Maciço Ibérico. Conhecida oficialmente, como GR 38 - Grande Rota Muradal Pangeia, "o trilho português dos Apalaches", consiste numa aproximação entre o continente americano e o europeu e é uma das maiores atrações turísticas da região. Num total de 23Km, a GR 38 será percorrida em duas partes, sendo que a 15 de outubro existirá um novo passeio pedestre com a restante parte do Trilho Internacional dos Apalaches.
A organização esteve a cargo do Município de Oleiros, com o apoio das Juntas de Freguesia de Estreito-Vilar Barroco, Orvalho e Sarnadas de S. Simão e das associações Trilhos do Estreito e Os Cucos do Vilar Barroco.
 
Tem de se autenticar (ou registar-se, se ainda não possui uma conta) para poder adicionar comentários a este artigo.

| Mais
Faixa publicitária