Primeira Página Jornal Cultura Biblioteca Municipal José Baptista Martins celebra o livro
 

Seg

09

Mai

Biblioteca Municipal José Baptista Martins celebra o livro
Cultura
Escrito por Paulo Jorge F. Marques   

Vila Velha de Ródão
Biblioteca Municipal José Baptista Martins celebra o livro e o conhecimento com atividades para todas as idades

No mês de abril assinalam-se duas efemérides de grande importância para as bibliotecas: no dia 2 comemora-se o Dia Internacional do Livro Infantil e, no dia 23, o Dia Mundial do Livro. Sendo importante dar visibilidade ao livro e aos seus autores com atividades que marquem estas datas especiais, não é menos relevante a importância que as bibliotecas dão à criação de dinâmicas que, em permanência, possam gerar necessidades culturais nas suas comunidades e oportunidades para as satisfazer. E esse trabalho, muito dele, é feito longe dos olhares dos media e fora dos dias assinalados.
A Biblioteca Municipal de Vila Velha de Ródão (BMJBM) tem vindo a implementar, com o forte apoio do Município de Vila Velha de Ródão, programas anuais de intervenção cultural, destinados à população local de todas as idades.
Exemplo dessa dinâmica são as atividades ali desenvolvidas em março e abril.
No mês de março, a Biblioteca Municipal festejou o feminino, a poesia, o teatro e a natureza. Logo no dia 8, num fim de tarde muito concorrido, foi apresentada ao público uma exposição de aguarelas de Maria do Rosário Maia e de rendas de bilros, algumas delas elaboradas no ateliê que a artesã Nazaré Pires dinamizou na BMJBM ao longo de um ano. De seguida, o botânico Luís Mendonça de Carvalho ministrou uma palestra sobre violetas que despertou muito interesse nos presentes.
Entre 19 e 22 do mesmo mês, o poeta Silvério Dias leu poemas escritos por si, e divulgados na publicação «É absolutamente certo», em Sarnadinha, Perais, Foz do Cobrão e nos Lares da Santa Casa da Misericórdia.
No dia 23 de março, os membros do Clube de Leitores Adolescentes da BMJBM participaram numa viagem literária à Quinta da Regaleira, em Sintra, na qual tiveram a companhia da sua mediadora de leitura, Andreia Brites.
De 29 de março a 3 de abril decorreu na Herdade da Urgueira, com o apoio daquele empreendimento turístico, uma residência de escrita e dramaturgia organizada pela Biblioteca Municipal e orientada pelo escritor Jaime Rocha, pelo encenador Mário Trigo e pela atriz Ana Amorim. Durante a residência realizou-se uma mesa redonda sobre desertificação dos territórios dinamizada, com muita acutilância, pelo novo diretor do Museu Arqueológico do Fundão, Pedro Salvado. Os elementos teatrais que resultarem deste trabalho de criação de textos, de encenação e de interpretação serão integrados no evento «Poesia, um dia» deste ano.
No dia 29 de março, Marina Palácio desenvolveu na BMJBM duas sessões da sua «Oficina do Lobo», uma destinada ao público infantil e outra ao público adulto e idoso. Durante a oficina foi apresentado o seu filme de animação «Raquel Silvestre, a pastora».
No dia 30 de março, Elisa Aragão regressou à Biblioteca Municipal de Ródão para propor experiências e reflexões em torno da teoria da evolução das espécies, de Charles Darwin, numa oficina para crianças e jovens.
No dia 9 de abril, o Clube de Leitura de Autores Clássicos da BMJBM realizou uma reunião na livraria Paralelo W, em Lisboa. Por iniciativa da poeta Inês Dias, os membros do clube puderam ouvir a investigadora e tradutora Ana Isabel Soares falar sobre a sua experiência de tradução da epopeia finlandesa «Kalevala». Na reunião estiveram também presentes os poetas Manuel de Freitas e António Barahona.

 
Tem de se autenticar (ou registar-se, se ainda não possui uma conta) para poder adicionar comentários a este artigo.

| Mais